Testemunhos

O que a Paleo fez por ti?

Para além de 20 quilos a menos, as frequentes dores de cabeça de fim do dia desapareceram. Ganhei controlo sobre a minha alimentação. Hoje sei o que comer e quando comer e acredito que terei um futuro mais saudável!

Francisco Silva

Perdi o peso que precisava, recuperei a auto-estima. Deixei de ter enxaquecas, constipações… Resumindo: desentoxiquei-me!

Ana Salavessa

Entrei pela dieta, fiquei pela saúde. O inchaço e cólicas frequentes deram lugar a uma leveza e energia constantes.

Paula Ruivo

Não tenho encarado este percurso como uma dieta, e, talvez por isso, esteja a ser tão fácil cumprir os requisitos.
Finalmente encontrei o meu equilibrio! Paleo for life <3

Sílvia Pereira

A paleo trouxe-me vontade de saber mais, querer mais para mim… e para a família! Os resultados… à vista! Mais energia e boa disposição diárias, sobretudo. Flatulência, deixou de fazer parte do vocabulário. E a sensação de estar a fazer o que é certo, preenche-me por completo!

Patrícia Reis das Neves

Em pouco mais de um mês, dores cabeça desapareceram, durmo melhor ando mais leve e noto a memória melhor! Tinha muitas aftas na boca e andava muito desanimada… desde então desapareceram. Percebi que tinha intolerâncias ao glúten e a lactose! Obrigado a todos no grupo!

Clara Sousa

Reencontrei o prazer de bem comer, deixei de sentir «urgência» em fazer a próxima refeição, o stress com os produtos light, o evitar as gorduras. A pele e o cabelo melhoraram imenso, tenho muito mais energia, perdi 4,5 kg sem pressas e mais importante…sem fome! A Paleo equivale a uma sensação de liberdade que só quem tem ou teve excesso de peso pode compreender…é a verdadeira «Anti-Dieta» 🙂

Shirley Fulgêncio

Estou a finalizar a segunda semana paleo. As estrias disfarçaram todas, reduzi 3 cm de tamanho corporal e as ancas já voltaram ao sitio (fui mãe há 6 meses). O transito intestinal melhorou a 100%, a barriga reduziu para metade e os sintomas do hipotiroidismo quase que desapareceram!

Patrícia Moutinho

Entrei no grupo porque andava a procura de uma alimentação saudável para o meu filho. Reduzindo o açúcar e o trigo ao máximo descobri que o podia ajudar a nível de concentração nas aulas e assim evitar o uso da medicação que lhe foi receitada. Como o exemplo tem de vir de cima entrei de cabeça neste estilo de vida e 13 kg já se foram, sinto me muito bem pois não vejo de todo o paleo como uma dieta da moda, mas sim um estilo de vida e para a vida!

Sylvie Neves

Faz duas semanas que minha vida mudou! Me sinto melhor fisicamente e mentalmente, mais disposta e com -4 kg… em apenas duas semanas! E é só o começo de uma vida mais saudável!

Daiana Andressa

Antes de começar o estilo de vida paleo, eu tinha uma alimentação péssima, muita massa, processados e junk food. Eu sofria constantemente com refluxo e azia, aftas, cansaço. Hoje, depois de quase cinco meses de alimentação saudável, cessaram completamente os refluxos e a azia, só tive aftas duas vezes, me sinto com mais disposição, livrei-me completamente do vício em açúcar e trigo e agora, com nove quilos a menos, me sinto muito mais leve e muito mais feliz! Recomendo a todos o estilo de vida paleo descomplicado, não há nada melhor do que comer comida de verdade!

Leticia Alencar Damico

A primeira coisa que deixei de comer cá em casa foi o pão a seguir as massas e fui mudando os hábitos alimentares. As batatas já ninguém as quer só as doces e só estamos há 1 mês. O colesterol do meu marido, sem medicação, já baixou 70 pontos… a tensão de 15 passou para 12 e andamos muito felizes!

Nininha Moura

Deixei a estatina há 5 semanas, no mesmo dia em que iniciei a Paleo. Entretanto fiz análises ao colesterol e glicemia e o comentário do médico foi “está maravilha”.
Pelo caminho perdi aproximadamente 7kg, que não precisava de perder, mas vou dar largas ao desapego e deixá-los ficar.
Paleo forever!

Mário Campos

Em dois meses sinto-me melhor, mais enérgica e bem disposta. As minhas análises estão óptimas com trigliceridos nos 80. Além disso perdi 5 quilos e mais de quatro centímetros na cintura, ancas, coxa e peito (só me medi a primeira vez um mês depois de ter começado). Estou muito feliz e cá em casa já estamos os dois a fazer!

Helena Montez

Pesei-me e aconteceu um milagre. Perdi peso! A balança estava parada há algum tempo mas finalmente desceu! O que fiz? Dei mais importância ao que me apetecia em vez de me preocupar tanto como antes. Eu costumava comer 1 peça de fruta por dia, mas passei a comer apenas se tinha vontade, se não apetecia não comia. Mas se no dia seguinte tinha vontade de comer 2… comia sem me preocupar. Enfim regras menos apertadas e que para mim resultou felizmente!

Soraia Oliveira

Perdi o vicio em açúcar mas ganhei outro vicio: verificar esse grupo (Paleo Descomplicado) a todo momento….pelo menos é um vicio saudável! Muito incentivo! Muito grata!

Vanessa Farias

Comecei o meu estilo de vida paleo há duas semanas, com o objectivo de melhorar a minha alimentação e perder peso. E em duas semanas, sem deslizes (e com muitas “tentações” em casa), o rumo ao meu objectivo corre cada vez melhor… A alimentação já está a tornar-se automática, em vez de pensar em doces, penso em frutos secos, em vez de pensar em leite, penso em chá e café “turbinado”… Na questão do peso, não poderia sentir-me mais feliz, em duas semanas 4,1 kg já ficaram pelo caminho… Só tenho a agradecer e muito a todos os que me inspiram diariamente <3

Vera Santos

O melhor ensinamento que recebi no grupo Paleo Descomplicado foi a descoberta do JI (Jejum Intermitente) o qual pratico e vem me trazendo benefícios. Aprendi a ouvir meu organismo…e a reconhecer se tenho mesmo fome ou se é só “vontade” de comer. Aliado ao consumo de bons alimentos, minha saúde vai muito bem. Obrigada!

Elisângela Meinart

Este grupo é melhor que nutricionista e psicóloga junto! Fui mãe há 3 meses e no mês de Dezembro consegui engordar mesmo a amamentar. No dia 5/02 decidi mudar a minha alimentação e forma de estar na vida! Sempre soube que queria uma alimentação saudável só não sabia onde começar. 1 mês passado, algumas escorregadelas e tenho menos 3 kg e muito mais energia! Obrigado a vocês por terem esta porta aberta para o vosso mundo!

Iva Varela

Depois de 7 anos sofrendo de distúrbios alimentares começando pela anorexia, bulimia, compulsão alimentar e ortorexia e passando pela obsessão de ter de fazer 6/7 refeições diárias para “não desacelerar o organismo”, finalmente reencontrei o equilíbrio. O meu objectivo nunca foi emagrecer, só queria que os meus intestinos voltassem a funcionar e ser melhor “atleta”. Hoje parece que nunca fui doente, raramente tenho fome e, sem dar por isso, a carga/força foi aumentando. NÃO DESISTAM, vale tanto a pena!

Andreia Rodrigues

Cheguei à Paleo por causa do peso mas depressa descobri que é muito mais que isso… é um modo de estar na vida! Sinto-me bem, sem dores nem azia. Sinto-me leve e estou mais leve! E voltei a ter vontade de ter uma actividade física. <3 Paleo

Paula Cavalheiro

Paleo é um estilo de vida, não é uma dieta temporária.Tropecei aqui por acaso, e por acaso identifico-me a 100%!
Só ando nesta vida há uns 4 ou 5 meses. Mudei pela saúde, ainda por cima perdi peso (9 quilos até agora)! E Perdi azia, gastrite, esofagite, refluxo gástrico, dor de cabeça, quebras de tensão, prisão de ventre, cansaço físico e psicológico. Com isto tudo ainda ganhei e ganho todos os dias, saúde e muita experiência!  obrigado por existirem..

Ana Henriques

Depois de algumas pessoas dizerem que se notava já bastante que estava mais magra e da roupa do marido começar a servir… diminui 9kg em 3 meses e quase meio! Agora a parte de saúde: deixei de ter azia, deixei de ter refluxo, não fiquei totalmente boa da rinite alérgica, mas deixei de sofrer as crises que sofria e já é muito raro tomar anti-histamínicos, deixei de ter umas dores que tinha nos pés quando andava mais ou estava mais tempo de pé (atribuídas a um suposto esporão que tinha).
E o melhor: ficava triste porque na verdade tinha mais estômago que mamas… Agora olho para baixo e já não vejo o estômago 😀

Ana Tejim

Estive 1 ano a recuperar de um esgotamento nervoso severo onde tomei muito comprimido, muita porcaria que me fez chegar ao peso que tenho hoje: mais 20kg, a acumular ao que eu já tinha a mais outros 20kg… acabei despedida e com uma depressão! Tenho vindo a fazer o “desmame” da medicação (com aconselhamento médico) mas pela primeira vez em meses ouvi os que me são queridos dizer “o que se passa contigo esta semana, estás como eras… divertida e feliz!!!” Passei o 1º dia sem qualquer comprimido  e estou contente por estar livre de medicamentos!!! Tenho muito caminho pela frente mas com a vossa ajuda e com a minha convicção vou chegar a bom porto!!! Obrigada!

Cláudia Cirilo

Sou atleta, tenho 47 anos e por não ter mais útero entrei na menopausa. Nos últimos 2 anos engordei 6 kg mesmo praticando corrida. Já tinha tentado sucos, dietas e estava quase partindo para o remédio quando finalmente conheci o Paleo através de uma amiga super querida. Comecei a fazer há 28 dias. Minha pele melhorou, minha dor no joelho melhorou e eu hoje estou com menos 4,5 kg! Falta 1.5 kg para estar com o peso que mais gosto. Não sinto fome, tontura ou fraqueza. Minha auto estima voltou. Serei vovó em 1 mês e estarei bem pra ajudar a cuidar do meu neto. Enfim, paleo é maravilhosa, vocês são ótimos! Obrigada! Seguirei neste novo jeito de viver para sempre. Valeu!!!! Amo este grupo!

Myla Vitacchi

Para quem alcançará o objectivo dos sonhos daqui a 600g, adoraria passar o meu depoimento. Gente… o que eu aprendi por aqui! Comer comida de verdade foi a coisa mais descomplicada pela qual já passei. Não precisa ter pressa, juro! No final tudo se ajeita. E muito obrigada pelo pessoal desse grupo! Sem a informação compartilhada nunca aprenderia a ser crítica quanto às tentativas de manipulação que sofremos diariamente. Um grande abraço a todos!

Lara Maciel

Tenho Síndrome do Ovário Policístico e ando há um ano a fazer tratamentos para engravidar e a tomar metformina para prevenir diabetes tipo II. Sou consultada por um endocrinologista que me “receitou” uma dieta padrão a nível de processados e light… filtrei a informação e adaptei a paleo. O meu marido há alguns anos que tem problemas digestivos… Ganhou barriga, tem problemas de azia, refluxo, gazes, andava sempre inchado.
Fiz-lhe uma “lavagem cerebral” e disse: Eu vou mudar a minha alimentação e o meu estilo de vida. Respondeu-me: “estou contigo a 100%”! Começou com 95kg… ja pesa 86kg. Perdeu a barriga toda. Foram-se os gases, o inchaço, veio a energia. Fiquei feliz por ele e pela sua saúde. Quanto a mim eu sei que vai me acontecer o mesmo. Tive uns problemas de saúde entretanto que também me impedem de fazer exercício… Mas ver os resultados nele motiva-me! Isto Em apenas 2 meses e meio!

Ana Macedo Zemouri

Ter iniciado a alimentação Paleo foi como ter renascido de novo…Uma energia inexplicável, sentir-me viva e saudável e isto não tem preço. Comer comida de verdade, e saber que aos poucos o legado estende-se pela família.

Andreia Guerreiro Cambez

Já tive excesso de peso, 80kg para 1.68! Em 6 meses de dieta low carb cheguei finalmente aos 65kg (em 2013), era um peso “normal” para mim mas ainda tinha algum a perder…nos últimos anos tentei perder os últimos 5kg mas sempre em yoyo….ora tinha 63, ora voltava aos 65…e daí não saía. Agora com paleo consegui finalmente! A ultima vez que me pesei tinha 59.9Kg! Um muito obrigada a todos, principalmente obrigado Francisco Silva!

Susana Belo‎

Tenho artrite reumatóide e tive consulta com a minha médica especialista em doenças autoimunes. As análises estão óptimas, e uma excelente notícia: a doença está em remissão! Tendo em consideração que a medicação que tomo, é exactamente a mesma que há cerca de dois meses atrás, quando iniciei a alimentação paleo, posso sem dúvida alguma, para além da ajuda do medicamento biológico, atribuir alguma da responsabilidade em relação a esta melhoria à alimentação paleo. Hoje a médica já suspendeu a toma de cortisona. Cada vez mais tenho a certeza que é este estilo de vida que quero para mim! Obrigada a todos vocês pelo que vão ensinando e um obrigado especial à minha amiga Cristina Cris, que me apresentou o grupo.

Sara Figueiredo Pinto

Fiz um ultrassom do abdómen para avaliar o meu fígado… eu estava com um quadro de obesidade e com ele muitas doenças associadas. Fiz exames de laboratório os resultados foram óptimos! O receio era exactamente o fígado que antes estava com esteatose hepática em grau 2 evoluindo para uma cirrose…tive medo, no início ao iniciar este estilo de vida, por falta de conhecimento! Dou graças à Deus e a paleo/low carb: meu fígado está normal! Sem gordura visceral! A quem sofre destas doenças: não tenham medo de mudar, pois o resultado é saúde! Obrigada a todos.

Regiane De Paula‎

Pin It on Pinterest

Share This